terça-feira, 16 de outubro de 2012

Vamos falar sobre isso?

Obs: esta postagem será construída com a colaboração de vocês, foi um questionamento feito por Lúcio Hélio






    Pesquisas apontam que aprender um novo idioma quando criança é muito mais fácil. Mas e quando adulto, existe realmente dificuldade desta aprendizagem? Tenho minha opinião já formada sobre isso, mas como a aprendizagem ocorre através da interação entre as pessoas...vamos construir juntos esta postagem e verificar quais os artifícios que podem ser feitos para que o aprendizado de um novo idioma se torne algo fácil...


  Segundo o neurolinguista alemão,  Peter Indefrey, em resposta ao questionamento que todas as crianças têm o prazo até 12 anos para adquirir uma nova língua, isso é um mito. Pois desde 2002, ele e seus colaboradores, observam que há um declínio gradual na proporção de pessoas que aprendem uma segunda língua e passam a falá-la com a mesma proficiência que têm na língua materna. Mas sempre se achará alguém que fale uma segunda língua perfeitamente, mesmo que tenha começado a aprendê-la tardiamente. Esse declínio gradual começa em idades diferentes para aspectos diferentes da língua. 

   Para falar sem sotaque, é importante começar cedo. Já para ganhar vocabulário, mais importante do que a idade de início é a quantidade de tempo dedicada à aprendizagem. Não há portanto, nenhuma mudança súbita no cérebro por volta dos 12 anos de idade. O que pode acontecer é que, no decurso da aquisição da primeira língua, algumas regiões do cérebro se otimizam para as propriedades dela. Mais tarde, quando se aprende uma segunda língua, usam-se as mesmas estruturas, mas elas, então, já não são tão eficazes para outras línguas. É por isso que essas estruturas cerebrais tendem a ser fortemente ativadas quando a pessoa tem mais dificuldade em aprender outra língua, pois elas devem se esforçar mais.



Sobre a aprendizagem:


__ Um dos questionamentos feitos por Lúcio Hélio  é quanto a questão da metodologia utilizada para a aprendizagem de um novo idioma. Pois a maioria dos cursos que disponibilizam tal aprendizagem, para adultos, partem da leitura de apostilas ou livros didáticos o que nem sempre ocorre na aprendizagem na infância, que é mais lúdica. Apresenta propostas criativas, fazendo com que o aprendizado se torne mais prazeroso.
_"Aprender é sempre um prazer, em todas as fases da vida, nosso cérebro pode precisar de um esforço maior para gravar as informações após a fase adulta devido a característica de desenvolvimento do ser humano".( Ricardo Murilo Dias )
_"As conexões em sua maior parte já estão estabelecidas entre os neurônios este processo de conexões é maior em certa fase da vida".Murilo Mariz Oliveira )
_ "O que ocorre é que, na fase adulta, são várias as atribuições imperativas no cotidiano que dificultam todo o processo de aprendizagem. Diferente da criança, o adulto possui muitas tarefas a serem cumpridas no dia-a-dia e tem mais dificuldade de encontrar espaço na agenda para "encaixar" o estudo do inglês ou de outro idioma".( Lívia Pessoa )( Renata Renat's )
 

- Dicas para aprender

"Encontrar seu estilo preferencial de aprendizado, parecerá mais fácil, portanto, persista e conheça as ofertas do mercado, encontre a que mais te motiva e siga aprendendo tudo o que desejar!Ricardo Murilo Dias )
_ "fundamental é que após a sua decisão você se conscientize de que para atingir um resultado positivo é absolutamente necessário ter DEDICAÇÃO!".( Lívia Pessoa )


Eis algumas dicas do blog:

- Como foi mencionado anteriormente DEDICAÇÃO ajuda e muito. Portanto, reservar 15 minutos diários para os estudos faz muita diferença.

- Não tenha medo de errar a pronúncia. Um dos problemas que a maioria das pessoas tem, é o  medo de dizerem as palavras erradas ou com uma pronúncia que os faça parecer ridículos.

- Procure etiquetar objetos de sua casa ou local de trabalho com palavras em outro idioma, é uma forma de relembrar as palavras e mantê-las bem visualizadas pelo seu cérebro.

- Na hora de escrever e  enviar mensagem pelas redes sociais, coloque uma palavra em outro idioma no meio do texto. 



Crie diálogos entre duas pessoas e faça o papel de cada um deles. Você deve escrever o texto antes e praticá-lo em voz alta depois. Isso ajuda você a pensar e a estruturar as sentenças (gramática e vocabulário) e a vencer aquela ansiedade na hora de falar outro idioma; Por exemplo: simule situações em que você esteja entrando em algum lugar e necessite comprar determinado produto...deixe sua imaginação fluir e tente usar as palavras apropriadas para esta situação...



- Música é um ótimo auxiliar para o aprendizado... Cante, pesquise a letra das músicas, escute-as com frequência...




- Visite sites que proporcionam jogos com a língua em que você necessite aprender, pois é "brincando" que muitas aprendizagens acontecem.






Referência:  

Nenhum comentário:

Postar um comentário