terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Olha a atenção!!!

Fonte: Neurociência e Educação - Editora Artmed


   Adolescentes e adultos jovens frequentemente abusam de sua capacidade atencional, executam diversas tarefas ao mesmo tempo, estudando em um livro, computador ligado, escutando música, e por aí adiante. Porém, é bom lembrar que duas informações não são processadas ao mesmo tempo, pois o cérebro será obrigado a alterar a atenção entre as informações concorrentes.
    O exemplo da leitura feita na imagem mostra como parte da informação é perdida quando focamos a atenção em alguns aspectos do ambiente. (Ao percorrer o texto e prestando atenção às palavras em negrito, deve ter passado despercebido que as palavras em caracteres normais se repetem e são sempre as mesmas: homem, carro, casa, menino, chapéu, sapato e doce).
    Se estamos dividindo a atenção, nosso desempenho não será o mesmo, e aspectos importantes da informação podem ser perdidos, pois o cérebro sempre processará uma informação de cada vez. O cérebro tem motivação para aprender, mas só está disposto a fazê-lo quando reconheça como significante.
  Esse é um dos maiores desafios dos professores na atualidade: apresentar o conteúdo a ser estudado de maneira que os alunos o reconheçam como importante. Por isso, o ambiente deve ser estimulante e agradável, fazendo com que os alunos assumam um papel ativo, ter poucos elementos distraidores, mas com flexibilização de recursos didáticos, boa entonação de voz, fazendo uso adequado da mesma de acordo com a situação. A novidade e o contraste são ótimos recursos na captura da atenção.
    Aqui foi colocado apenas algumas dicas do livro citado na fonte, mas o mesmo apresenta vários outros tópicos de como nosso cérebro aprende, vale a pena investir na leitura...


Nenhum comentário:

Postar um comentário