sábado, 9 de março de 2013

Paciente tem 75% de seu crânio substituído com impressão 3D em operação pioneira


    Através do aprimoramento da tecnologia novas possibilidades vêm sendo apresentadas. No mês de fevereiro, muitos sites divulgaram a imagem de uma orelha impressa em 3D, a qual seria utilizada para implantes em humanos. Porém, no início desta semana, um homem (cuja identidade permanece anônima) foi submetido a uma cirurgia de crânio, sendo que 75% foi  substituído por um implante 3D. (A imagem é apenas um modelo do que é um implante 3D no crânio).
   Tal como acontece com toda a impressão em 3D, o processo começa com uma verificação digital para usar como um modelo. Neste caso, que seria uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética do crânio do paciente. Em seguida, a impressora faz uma nova versão do crânio e também adiciona detalhes sobre a superfície e as bordas do implante para estimular o crescimento celular, pois Isto também pode ajudar a prender o osso existente no implante com maior facilidade.
    Os doentes que sofreram de alguma doença ou traumatismo craniano iriam se beneficiar desta tecnologia, assim como aqueles com o tecido ósseo canceroso no crânio. E ao contrário de implantes existentes, feitos de materiais como o titânio, os implantes de plástico são leves, não corrosivos e não detonam no detector de metais de aeroportos.
Fonte: Discover

Nenhum comentário:

Postar um comentário