domingo, 15 de dezembro de 2013

Neuromito:Uso mais o lado direito ou o lado esquerdo do cérebro?



Há muito se cultuou o mito de que pessoas que usam mais o lado esquerdo do cérebro são mais lógicas e analíticas, enquanto aquelas que são mais intuitivas e criativas utilizam mais o lado direito. Entretanto, os hemisférios do cérebro não trabalham isoladamente, mas em conjunto. 

Em um estudo de dois anos, realizado por neurocientistas da Universidade de Utah, descobriu-se que as pessoas não tinham preferência pelo uso de uma parte do cérebro ou outra. Mais de mil pessoas entre 7 e 29 anos de idade foram estudadas em estado de repouso. As pesquisas identificaram milhares de regiões no cérebro de cada pessoa onde ocorreu algum tipo de processo mental, e não encontraram “nenhuma relação na qual os indivíduos utilizaram preferencialmente o hemisfério esquerdo ou direito do cérebro”, segundo um comunicado de imprensa da universidade.

Conforme Andrew Luck-Baker, anatomicamente, o cérebro está dividido em duas metades - o hemisfério esquerdo e o direito. Existe uma certa divisão de trabalho entre elas, bem como existem grandes diferenças entre os lados esquerdo e direito do cérebro. Porém, lendo livros de autoajuda e cursos de administração de empresas, você fica com uma noção de que os dois hemisférios são entidades separadas. O esquerdo tende a ser mostrado como a morada da lógica e da racionalidade. O direito tende a ser descrito como a fonte da intuição e da criatividade. Portanto, se você é uma pessoa lógica, usa mais o lado esquerdo. Se você é do tipo sensível e artístico, usa mais o lado direito.
De acordo com o mito, todos nós seríamos mais bem sucedidos e realizados se aprendêssemos a explorar o potencial total de ambos os hemisférios.
Há diferenças na forma como indivíduos lidam com problemas e refletem sobre o mundo, mas isso não tem nada a ver com as diferentes relações de poder entre os dois hemisférios de seu cérebro.
Algumas pessoas têm ótima capacidade de imaginação visual. Algumas têm boa imaginação auditiva. Existem muitas variações na forma como recebemos informações e as processamos.
Os dois hemisférios se comunicam e trabalham juntos por meio de uma rede complexa de cabos fibrosos conhecida como o corpo caloso. Eles são complementares e trabalham juntos, pois se pensamos o contrário poderíamos dizer que usamos mais um hemisfério cerebral do que outro e isso não é verdade.

Fonte: BBC.co.uk

Nenhum comentário:

Postar um comentário