quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Questione suas crenças


A maioria das pessoas simplesmente nunca questiona as coisas nas quais acredita.
Vão seguindo seu caminho e repetindo seus comportamentos e pensamentos habituais.
Mas as pessoas prósperas e realizadoras questionam regularmente. Por isso acumulam novos conhecimentos e têm novas ideias que os outros não têm.
Disseram a Marconi que o rádio era um absurdo!
E Edison ouviu todo mundo dizer que a ideia da lâmpada era perda de tempo!
Ford também foi considerado um sonhador por querer fazer um carro popular!
 E até hoje os grandes inovadores da história da humanidade passam por forte resistência da maioria.
Esqueça a maioria e ACREDITE em você.
Quais são as suas ideias que os outros consideram absurdas?


A boa alimentação traz benefícios ao cérebro


Tudo aquilo que ingerimos exerce um grande impacto sobre a função cerebral, podendo interferir no humor, no pensamento, no comportamento, na memória, no aprendizado e no envelhecimento celular.

Através de uma alimentação colorida e variada, podemos fornecer os nutrientes necessários para manter o cérebro ativo e saudável.

Alimentos importantes para o bom funcionamento cerebral:
- Carboidratos
Os carboidratos - cereais, pães, massas, hortaliças, frutas - devem constituir, no mínimo, 50% da dieta. A glicose é o combustível energético do cérebro. Por isso, é fundamental alimentar-se em horários regulares - a cada três horas - e fazer de cinco a seis refeições para manter a glicemia estável durante todo o dia.

- Frutas e vegetais verde-escuros 
Fontes de vitamina C, eles são um importante antioxidante que protegem os neurônios dos danos oxidativos dos radicais livres.

- Castanha do Pará, nozes e amêndoas
Ricos em vitaminas E e selênio, reduzem o estresse oxidativo e seu dano às células do cérebro, melhoram o sistema imune e protegem contra o envelhecimento celular.

- Peixes 
Excelentes fontes de ômega 3, os peixes - salmão, atum, arenque e sardinha - são importantes para a função neurológica, sensibilidade cognitiva, aprendizado e comportamento.

- Farinha de linhaça
A farinha de linhaça tem efeito anticarcinogênico, antiaterogênico - diminuindo a LDL e aumentado a HDL - e também é uma boa fonte vegetal de ômega 3.

- Ovos
A gema do ovo é rica em colina, um nutriente necessário à transmissão nervosa, à regulação biliar e ao funcionamento do fígado. Ela minimiza o excesso de gordura no fígado, ajuda na produção de hormônio e é necessária ao metabolismo de lipídeos e colesterol. Sem colina, o funcionamento do cérebro e a memória ficam prejudicados.

- Leite e derivados, mel, aveia, cereais integrais e leguminosas (feijão, lentilha e soja)
Estes alimentos são fontes de triptofano, aminoácido precursor da serotonina. A serotonina (5-HT) desempenha um importante papel no sistema nervoso, com diversas funções, como a liberação de alguns hormônios, a regulação do sono, a temperatura corporal, o apetite, o humor, a atividade motora e as funções cognitivas.

A habilidade perdida...

   
   Somos adultos ou ainda agimos com condutas infantis?  Na infância adquirimos uma habilidade fundamental cuja estrutura cerebral se desenvolve aos 3 anos de idade, mas que muito poucos usam...
   Conforme citado no vídeo “Muitas pessoas com quais convivemos não conseguem se colocar no lugar do outro” e eis a reflexão, será que conseguimos sair do nosso egocentrismo (que aliás deveria ter sido resolvido lá na infância)? Será que conseguimos nos perceber através do outro? De imaginar a perspectiva que o outro tem de nós?


    Para receber mais mensagens como essa, se inscreva em:

O sono é importantíssimo para o cérebro


   Os meses finais do ano trazem uma agitação coletiva. São inúmeras atividades que nos condicionamos a realizar...mas o que não pode ser deixado de lado é justamente um bom período de sono... 

   O sono muda a estrutura celular do cérebro e pode ser também ser o período de se livrar de moléculas tóxicas, portanto cuide de si, cuidando de sua saúde... 

  Conforme Suzana Herculano-Houzel "Ao dormir, você ganha plasticidade [flexibilidade para criar sinapses], consolida o aprendizado e lida melhor com estresse ", a descoberta de que o sono é essencial para limpar toxinas acumuladas no cérebro durante o dia, complementa o que já se conhece sobre o papel do sono, como a consolidação das sinapses (conexões entre diferentes neurônios).


"Infográfico Cerebral"


Lobo frontal - Responsável pela elaboração do pensamento, planejamento, programação de necessidades individuais e emoção.

Lobo Parietal - Responsável pela sensação de dor, tato, gustação, temperatura, pressão. Estimulação de certas regiões deste lobo em pacientes conscientes produzem sensações gustativas. Também está relacionado com a lógica matemática.

Lobo temporal - É relacionado primariamente com o sentido de audição, possibilitando o reconhecimento de tons específicos e intensidade do som. Tumor ou acidente afetando esta região provoca deficiência de audição ou surdez. Esta área também exibe um papel no processamento da memória e emoção.

Lobo Occipital - Responsável pelo processamento da informação visual. Danos nesta área promove cegueira total ou parcial.

Cerebelo - Responsável pela manutenção do equilíbrio e pelo controle do tônus muscular e dos movimentos voluntários, bem como pela aprendizagem motora. Dependemos do cerebelo para andar, correr, pular, andar de bicicleta, entre outras atividades.


Tronco Cerebral - Atua junto com a medula espinhal para controlar as funções vitais, como o batimento regular do coração, a pressão sanguínea e a respiração. Mas a função mais importante do tronco cerebral é controlar a consciência, desligando as atividades do cérebro quando dormimos e ligando quando acordamos. Mesmo quando dormimos o tronco cerebral controla e confere nossas atividades vitais, mantendo o corpo funcionando.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Saia de sua zona de conforto

Já tenho meu e-mail cadastrado há mais de 2 anos no link abaixo, e posso afirmar que cada dia aprendo mais com as aprendizagens do Instituto Pennafort. Por isso se você quiser também acelerar o aprendizado e melhorar o processo de desenvolvimento pessoal. Cadastre seu e-mail no seguinte link: http://forms.aweber.com/form/95/738441795.htm


Divirta-se a valer - seu cérebro agradece



Um conceito fundamental para entendermos melhor como investir bem em nosso cérebro é o conceito de Reserva Cerebral. Se o nosso cérebro tem uma tendência natural a perder um pouco de seu desempenho em idades mais avançadas, quanto mais conexões formarmos no decorrer da vida, quanto mais aumentarmos nosso repertório, menor a chance de que pequenas perdas estruturais tenham repercussão funcional. E o que dirá quando o indivíduo apresenta doença cerebral como a Doença de Alzheimer ? Maiores reservas fazem com que mais tempo de doença seja necessário para que ela se manifeste clinicamente. Ou seja, quanto maior a reserva, mais tempo o cérebro mantém seu funcionamento normal, mesmo que ele esteja doente. E isso já foi demonstrado em inúmeros estudos.

[...]

Estudos bem recentes demonstram que o cérebro do idoso ao ser treinado responde com melhora de desempenho nas habilidades ensinadas. Tais treinamentos foram realizados com exercícios para estimulação da memória, resolução de problemas, velocidade de processamento, alguns deles por meio de sofisticados softwares. Entretanto, parece que atitudes mais instintivas e artesanais podem ter efeito também bastante significativo: a atividade de lazer é um exemplo.

[...]

Bastante provocador foi o resultado de um estudo semelhante realizado na China e publicado em 2006 confirmando que leitura e jogos de tabuleiro estavam associados a menor declínio cerebral após os 55 anos de idade. Entretanto, indivíduos com mais horas dedicadas à televisão apresentaram mais chance de declínio cognitivo e menor dedicação a outras atividades de lazer. Discute-se o fato de que muito daquilo que o indivíduo vê na TV demanda reduzidos níveis de atividade cognitiva. Isso não quer dizer que um maior tempo de TV causa declínio cognitivo, mas também pode ser a consequência de um estado pré-clínico de déficit cognitivo com redução do interesse por outras atividades.

De qualquer forma, precisamos estar atentos em estimular os nossos jovens a desenvolver um repertório amplo de atividades de lazer “inteligentes”, pois os hábitos são mais fáceis de serem adquiridos quando iniciados em fases mais precoces da vida.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Cultive seu jardim

Se aquilo que mais fizermos nos torna especialista na área, precisamos cuidar de nosso jardim...
Selecionar as sementes das flores que queremos que floresçam... 
Ultimamente venho semeando muita vontade de estudar, de desenvolver novas habilidades, e você? O que vem semeando?
Conforme diz o poeta: 
"Ontem um menino que brincava me falou
Hoje é a semente do amanhã
Para não ter medo que este tempo vai passar
Não se desespere, nem pare de sonhar
Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar
Fé na vida, fé no homem, fé no que virá
Nós podemos tudo, nós podemos mais
Vamos lá fazer o que será"


Valorize-se...

Cada dia é uma nova oportunidade para aperfeiçoarmos nossos conhecimentos ...



domingo, 17 de novembro de 2013

O triângulo vazio

Qual valor deve ser colocado no triângulo vazio?

Pense, repense, exercite sua metacognição (habilidade de observar e de perceber de que maneira resolveu tal situação).
Coloque aí nos comentários a resposta e de que forma você solucionou o problema...




Resposta ( passe o mouse sobre os "@" )

@  vértice superior - base esquerda x base direita = valor do centro; sendo assim, no triângulo  amarelo o valor é 3..... [6-5]*3 = 3  @

Fonte: SharpBrains

Pelo amor ou pela dor

Por Mauro Pennafort




Talvez você já tenha ouvido a expressão “Ou você aprende pelo amor ou aprende pela dor“. Infelizmente por causa da programação mental que a sociedade e a mídia nos impõem, a maioria das pessoas aprende pelo medo e é orientada mais para fugir das coisas ruins do que para buscar as coisas boas.

Quando tem essa estratégia mental básica de medo e evitar as coisas ruins, as decisões tomadas NÃO LEVAM aos objetivos, mas simplesmente tentam evitar ao máximo os problemas e dificuldades.

O problema de ter como meta evitar problemas é que se a pessoa realizar a meta NÃO TERÁ ALCANÇADO O QUE QUER. Depois de tanto trabalho, sentirá que não chegou aonde queria chegar.

VOCÊ PRECISA SER DIFERENTE!

Na próxima vez que tiver que tomar uma decisão, não pense na melhor maneira de evitar as coisas ruins, não pense no pior que pode acontecer. Ao invés disso decida o que você REALMENTE quer! Escolha aprender sempre pelo amor.

Se quiser saber mais sobre cursos para acelerar o aprendizado e encurtar o processo de desenvolvimento pessoal, cadastre seu e-mail no seguinte link http://forms.aweber.com/form/95/738441795.htm ou também pode seguir as publicações da página: Seja Excelente - Empreendedorismo e Desenvolvimento Pessoal

Exercite-se constantemente...


Pense em uma planta, por mais forte que seja, se esta não receber luz solar, água, nutrientes e cuidados não se desenvolverá de forma adequada, seus galhos irão murchar e cair, a planta pode inclusive morrer. O mesmo acontece com nosso cérebro, se nossos neurônios forem mal nutridos e não receberem estímulos: seus dendritos podem “murchar”, desaparecer, não há sinapses e aos poucos determinadas regiões cerebrais perdem sua funcionabilidade.
Se não fornecemos os mais diferentes estímulos, aos poucos vamos perdendo a capacidade de determinados aprendizados. Por exemplo: se estudo determinada língua e não a pratico, aos poucos vou perdendo a habilidade para tal. 
Portanto, procure se exercitar constantemente, procure sempre novos aprendizados e especializa-se naqueles que já alcançou...


Exercitando o Lobo Occipital

O LOBO OCCIPITAL(localizado próximo a nuca) é responsável pela visualização e interpretação das imagens...


Resposta (passe o mouse entre os "@")

A peça que completa é a letra C. @

O cérebro é a excitação intelectual para o século XXI

Leitura do artigo  em http://www.nature.com/news/neuroscience-solving-the-brain-1.13382


Simples desafios estimulam muitas sinapses


Resposta ( passe o mouse entre os "@")

@  2, pois é a linha do meio, menos a linha da esquerda que se obtém o número da linha da

 direita.Veja:  9-2= 7; 11-3 = 8; 10-4=6, logo 7-5 = 2.  @ 

O mapa não é o território




Quando acontece alguma coisa na realidade à sua volta, seus olhos captam as imagens, seus ouvidos captam os sons, seu nariz capta os odores e gosto, sua pele sente contato e pressão e você tem sensações relacionadas. Tudo isso vai para o cérebro e forma os pensamentos.

Pelo acúmulo desses pensamentos nós formamos uma noção de como é a realidade, uma representação interna, um MAPA interior para nos guiar no mundo. Mas é importante entender esse princípio básicos da Neurolinguística que diz que O MAPA NÃO É O TERRITÓRIO.

Até o mesmo o melhor e mais preciso mapa do Rio de Janeiro NÃO É o Rio de Janeiro, é apenas uma representação do território do estado em papel, assim como a NOSSA VISÃO DA REALIDADE É APENAS UMA REPRESENTAÇÃO DA REALIDADE só que não é em papel, mas em pensamentos.

Todas as vezes em que brigamos com alguém é por uma diferença básica entre o nosso mapa da realidade e daquela pessoa. No seu mapa, por exemplo, ninguém deveria dar fechada nos outros no trânsito, já no mapa de outras pessoas isso não tem problema. Então o cara me dá uma fechada e eu me aborreço, porque meu mapa da realidade foi desrespeitado.

Não existem mapas certos ou errados. Existem mapas QUE LEVAM AONDE QUEREMOS IR e mapas que não levam. Por exemplo, se eu quero ter muitos amigos, mas no meu mapa da realidade acredito que os seres humanos são fundamentalmente maus e podem me enganar, fica muito mais difícil conseguir realizar meu objetivo de me relacionar com pessoas ao nível de amizade.

Por isso precisamos constantemente atualizar nossos mapas para estar mais próximos dos resultados que queremos. Os preconceitos, por exemplo, são mapas de pessoas que não se permitem atualizar suas representações internas, então acabam tendo aquela mesma crença pra sempre e julgando os outros baseado nisso.
Você tem atualizado seu mapa?

Se quiser saber mais cadastre seu e-mail no seguinte link http://forms.aweber.com/form/95/738441795.htm ou também pode seguir as publicações da página: Seja Excelente - Empreendedorismo e Desenvolvimento Pessoal

Quatro nós_ Teste de Percepção Visual

Dos quatro nós, puxando suas pontas, dois se apertam e dois se desfazem. 
Quais ficam apertados?
Quais se desfazem?




Síndrome do Pato



Quando comecei a prestar atenção à questão da produtividade real na minha vida, pesquisei basicamente todos os sistemas de gerenciamento de tempo que existem e, inicialmente, fiquei confuso. Alguns deles se contradiziam e outros exigiam tantas regras para funcionar que acabavam se tornando eles próprios mais uma atividade para gerenciar no dia! Então precisei categorizar os sistemas de gestão do tempo de uma forma diferente.

Percebi que os sistemas menos eficazes eram aqueles criados ANTES da era da internet. E foi então que entendi que a questão não é que esses métodos sejam menos eficientes, mas que foram criados para operar em outra época, numa dinâmica social e de trabalho muito diferente desta que vivemos hoje. E o fator primordial com o qual esses métodos “antiquados” não lidam é a multitarefa.

Multitarefa é essa tendência que nós da era da internet temos de fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Então você começa a ver seus e-mails, aí abre uma janela para entrar no facebook e ao mesmo tempo coloca música pra tocar e ainda está com a televisão ligada! Nesse meio tempo, você ainda atende o telefone e fica pensando no que mais poderia estar fazendo para “adiantar as coisas”! Esse monte de coisas acontecendo ao mesmo tempo acaba ligando e desligando nosso foco, não permitindo que nos entreguemos e mergulhemos profundamente em nenhuma das atividades. Então, pode até ser que tudo seja feito, mas não será BEM feito e depois você terá muito trabalho consertando coisas.

Entenda que quando falo em multitarefa não estou falando daquela habilidade natural das mulheres (e que os homens não têm) de fazer várias atividades que elas já dominam ao mesmo tempo. Estou falando dos momentos em que pelo menos uma das coisas que a pessoa, seja homem ou mulher, esteja tentando fazer é algo que exige foco e atenção total. Um dos meus mentores nessa área de produtividade diz que “Primeiro as coisas importantes. As outras coisas NUNCA”.

Existem estudos que dizem que quando você está concentrado em fazer algo e sofre alguma distração, a mente demora de 25 a 40 minutos para voltar ao mesmo nível de foco de antes. Muitas vezes as idéias que você teve simplesmente somem depois de alguma coisa desviar sua atenção! Você já notou isso?

Então nós usamos a ilustração do pato. O pato faz muitas coisas: ele nada em rios, ele anda na terra seca e ele voa. Mas ele nada muito mal, anda todo desengonçado e voa baixo e sem precisão. Compare com a águia, que anda MUITO mal, não sabe nadar, mas voa com uma precisão, velocidade e força indescritíveis!

COMO DEFINIR EM QUE SE CONCENTRAR?
Conceitualmente entendemos tudo isso muito bem, mas na hora de planejar nossos dias e evitar a multitarefa, quais são os critérios que precisamos ter em mente para definir QUAIS atividades são realmente fundamentais? Isso depende basicamente de dois fatores: CLAREZA DE VALORES e PROPÓSITO DE VIDA.

Então comece fazendo um inventário de todas as coisas que você faz habitualmente ao longo de um dia normal. Depois faça uma lista das coisas que ocupam a sua mente constantemente. EXCLUA TODAS AS ATIVIDADES QUE NÃO LEVAM AOS SEUS OBJETIVOS E TODAS AS PREOCUPAÇÕES QUE ESTÃO FORA DO SEU ALCANCE. Só fazendo isso já vai aumentar bastante a sua produtividade. E terá como efeito colateral mais alegria e realização pessoal.

Estamos diariamente nos esculpindo...




Você provavelmente passou a vida inteira ouvindo, assim como também ouvi, que "é errando que se aprende". Essa é uma grande verdade e aquilo que aprendemos com nossos erros é o que chamamos de "experiência".

Só que há erros grandes demais e que saem caros demais pra nós.

Por exemplo, deixar uma criança colocar o dedo na tomada para que aprenda que não deve fazer isso é um risco grande demais: a criança pode morrer eletrocutada.

Então, na posição de adulto que está perto da criança, o normal é que alertemos e façamos tudo que pudermos para impedir que ela faça isso.

No nosso processo de desenvolvimento pessoal também há erros grandes demais que podem custar caro demais. A diferença é que nesse caso não há muita gente pra nos avisar das "tomadas".

Por exemplo, muitos estudos pioneiros de terapia da esquizofrenia acabavam instalando a doença em pacientes com problemas mentais bem mais leves. Mas isso não aconteceu porque aqueles terapeutas eram pessoas ruins, mas porque ainda não sabiam.

Por isso em processos de crescimento pessoal, autoconhecimento, inteligência emocional e afetiva é preciso procurar bons orientadores e facilitadores que possam te mostrar o caminho que funciona.

Você não precisa errar novamente aquilo que alguém já errou na geração anterior. Você pode aprender também com os erros dos outros para que não precise jamais cometê-los.

Só que existe uma coisa ainda mais inteligente em termos de aprendizado de experiências do que aprender com os erros dos outros: aprender com os acertos dos outros.

Uma pessoa pode te mostrar todos os lugares que você não deve ir e isso seria ótimo! Mas e se, ao invés de dar uma lista de lugares errados, ela dissesse logo pra que lugares você deve ir? Não seria muito melhor?

Pra isso existem os modelos de excelência, que são pessoas que são MUITO BOAS em alguma coisa, capacidade, conhecimento ou habilidade e que podem te ensinar especificamente COMO elas são boas naquilo.

É claro que muitas não querem ensinar e outras fazem tão naturalmente que nem sabem exatamente como fazem. Para isso existem métodos específico para extrair os processos internos dessas pessoas e reproduzir. Isto é chamado de modelagem.

Nos nossos cursos usamos sempre modelos de excelência para acelerar o aprendizado e encurtar o processo de desenvolvimento pessoal. Se quiser saber mais cadastre seu e-mail no seguinte linkhttp://forms.aweber.com/form/95/738441795.htm

Há duas girafas neste cenário...

Consegue localizar as duas girafas que estão no cenário?



Resposta (passe o mouse entre os "@" abaixo)

@ No pescoço da girafa há a palavra Giraffe... @

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Mudanças de hábitos

    
   Já está comprovado a nossa capacidade de aprender por toda a vida, independente da idade cronológica. Porém, dependemos de fatores, tais como: vontade, empenho, persistência, disciplina, foco, além de outros. Pesquisas científicas voltadas ao comportamento humano nos mostram que qualquer mudança que desejamos fazer em nosso comportamento só se efetivará com a mudança de nossos hábitos - e eis aqui a parte mais difícil para a maioria das pessoas...Porém existem técnicas e recursos que podem lhe auxiliar para realizar mudanças, porém te pergunto: qual é o novo hábito que se você fizer todos os dias ainda este ano, pode trazer benefícios para sua vida?
     Se quiser saber mais sobre cursos para acelerar o aprendizado e encurtar o processo de desenvolvimento pessoal, cadastre seu e-mail no seguinte linkhttp://forms.aweber.com/form/95/738441795.htm ou também pode seguir as publicações da página: Seja Excelente - Empreendedorismo e Desenvolvimento Pessoal

O cérebro já não é mais o mesmo

Marrocos & Porto

     Em recentes comprovam este novo conceito do cérebro. Uma das pesquisas mais emblemáticas foi conduzida pelo médico português António Damásio, um dos grandes nomes da neurociência e professor da University of Southern California. Ele forjou a invasão de uma casa com homens  encapuzados, que assaltaram as pessoas.
      Nenhum dos presentes viu o rosto dos supostos ladrões. Depois ele criou uma situação para que um dos “assaltantes” passasse na rua ao lado de uma das pessoas que estavam na residência. Ela teve uma sensação horrorosa, algo que não estava na elaboração mental dela, mas, sim, em seu corpo. Automaticamente, ela vinculou aquele sujeito a seu lado a um episódio de estresse e angústia.
      Essa associação comprovada pela experiência feita por António Damásio apenas revelou a importância de um mecanismo fundamental para o entendimento desta nova concepção sobre o funcionamento do sistema nervoso e, mais especificamente, do cérebro: os marcadores somáticos. Segundo a tese de Damásio, os marcadores somáticos podem guiar o processo emocional, o comportamento,  principalmente a tomada de decisões. São  associações entre estímulos e um estado  afetivo e fisiológico, capazes de interferir em  nosso processo cognitivo.
      A tese de António Damásio apenas reforça a ideia  de que o cérebro está  em todas as partes, ou  seja, há um sistema  integrado que rege as  reações nervosas e emocionais. Nosso corpo é cheio de marcadores somáticos, sensores que  captam deslocamentos táteis, vozes, gestuais,  enfim, qualquer fenômeno externo capaz de criar uma resposta interna. Essas sensações  são enviadas para as diversas regiões do  cérebro, que funciona como uma espécie de  satélite e retransmite o sinal para o corpo.
[...]
     Quando disse que o  homem pinta com o cérebro e não com as  mãos, Michelangelo atirou no que viu e  acertou no que não viu. A partir desta nova  concepção do sistema nervoso, cérebro e  mãos funcionam como um só órgão.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Autoconhecimento

Imagem: ISTOÉ


Vivemos a maior parte do tempo gerenciando as urgências da vida, resolvendo os problemas que pedem uma ação imediata e deixando pra depois aquelas coisas que podem ser feitas depois, mesmo sendo mais importantes.

Quando a área emocional vai bem, a financeira vai mal, então trabalhamos em excesso e resolvemos isso, nessa super ocupação, deixamos de lado a família e então agora essa área se torna um problema. E corremos pra resolver isso e por aí vai...

E cada vez que resolvemos uma urgência, as outras áreas da vida ficam em segundo plano, esperando por um cuidado maior.

Será que precisa ser assim? Qual seria a solução pra sair desse ciclo das urgências e começar a focar em ações preventivas?


A resposta é uma só: AUTOCONHECIMENTO.

Estude com a gente e se conheça. Saiba de verdade como você é e não espere se tornar como gostaria de ser. Conheça seus padrões emocionais e comportamentais, pois somente quando nos aceitamos é que podemos mudar de verdade.

Faça os nossos cursos e aprenda a gerenciar você mesmo!

domingo, 10 de novembro de 2013

Mecanismos de mudança

     

   O cérebro é o órgão de adaptação. Mudanças adaptativas ocorrem em todos os níveis no nosso cérebro. No sentido mais amplo, o cérebro percebe o nosso ambiente para antecipá-lo e adaptar-se a ele, a fim de que possamos prosperar, ou pelo menos sobreviver e se reproduzir. 

     Um aspecto importante do nosso meio ambiente são as nossas relações, que no início da nossa vida são cruciais para a nossa sobrevivência quando ainda somos bebês. Dependendo inteiramente da relação de carinho que temos com nossa mãe ou cuidador. Nossos cérebros são profundamente moldados e adaptados de acordo com nossos principais cuidadores, criando assim, representações de relações e padrões de fixação que provavelmente serão mantido ao longo de nossas vidas.

     Se nossas experiências relacionais são positivas temos grandes chances de ter muito mais resistência para as adversidades que aparecem ao longo de nossa vida. Mas, se as nossas experiências não são tão positivas, negligentes, ou mesmo abusivas, nosso cérebro se adaptará para refletir e antecipar essas experiências, reagindo com muita reserva a todo e qualquer ato que venha a lembrar estes fatos negativos.

    Quando bebês, não podemos escolher a relação que teremos com nossos principais cuidadores, nem podemos evitar que nossos cérebros se adaptem às experiências relacionais que tivemos. Entretanto, saber desta informação: de que as experiências podem mudar nossos cérebros, podemos, como adultos, fazer escolhas sobre que tipos de experiências relacionais que gostaríamos de ter e ser mais seletivos com aqueles com quem queremos interagir, bem como sermos melhores seres humanos para aqueles que estão a nossa volta.

Fonte: myscienceacademy.org

Zona de Conforto



  Quando você sai da sua zona de conforto, automaticamente as pessoas que convivem com você também saem da zona de conforto delas com você e isso incomoda.

    As pessoas próximas não gostam quando você muda porque as coisas que elas faziam pra te manipular deixam de funcionar.

   Então elas tentam DESMUDAR você, forçando exageradamente os seus antigos pontos sensíveis e ficam fazendo testes o tempo todo.

   Qualquer pequeno deslize ou algo que possa ser interpretado como seu comportamento antigo, elas ressaltam e criam uma confusão em cima disso.

      Fique atento. MUDE PRA VOCÊ, PRA SER MELHOR, PRA SER EXCELENTE!


Mauro Pennafort - Físico, Master Trainer Internacional em Programação Neurolinguística, Coaching e Hipnose, especialista em Habilidade Social, Dating Advisor, trainer do INAp-RJ (Instituto de Neurolinguística Aplicada), Diretor de Treinamentos do Grupo Ravis e líder reconhecido internacionalmente em Marketing Multinivel.