sábado, 14 de junho de 2014

Que percepção tenho de mim?

"A maior aventura de um ser humano é viajar, e a maior aventura que alguém pode empreender é para dentro de si mesmo."
- Augusto Cury

     Quando tomamos consciência de qual local nos encontramos é possível criar perspectivas de mudanças. Uma das imagens que gosto de trabalhar nas disciplinas de psicopedagogia é justamente a que se encontra abaixo (infelizmente não tenho mais a fonte fidedigna de onde a mesma foi retirada, pois há anos que a recebi numa dinâmica feita na escola em que trabalhava).
     Somos seres de constantes mudanças, por isso, dificilmente alguém pode dizer EU SOU ASSIM, o correto seria 'EU ME ENCONTRO ASSIM, EU ME PERCEBO DESSE JEITO, pois nos modificamos de acordo com as situações pelas quais estamos passando. E a psicopedagogia traz justamente esta oportunidade de olhar dentro de si mesmo, conforme enuncia Cury, se perceber sujeito de suas interações. 
       Maturana usava a expressão "autopoiese", que poderia ser grotescamente definido como auto se recompor, se reestruturar, perceber-se em seu contexto de atuação e partir para a metacognição, pensar sobre o repensar. E o interessante é justamente trabalhar a imagem desde as séries iniciais, pois as crianças expressam com muita clareza, aquilo que está implícito dentro delas, quando são abordadas dentro de um contexto lúdico. Elas expressam suas inquietações, suas felicidades....
         Em uma de suas narrativas Alícia Fernandez nos propõe a fazer com que os indivíduos se reconheçam sujeitos de sua própria autoria, então é justamente em reflexões tão simples como a da imagem abaixo, que podemos fazer isso, é fazer um convite para que o sujeito verifique em que estado se encontra, que resultados está obtendo com isso e quais suas possíveis propostas de mudança, pois conforme Fernandez (2008, p.91) "A autoria do pensamento é condição para a autonomia da pessoa...[...] a medida que alguém se torna autor, poderá conseguir o mínimo de autonomia."
     

2 comentários:

  1. Boa tarde, Ana!

    Sou de Natal- RN, professora de Educação Física, já aposentada de um vínculo e trabalhando em um outro. Então, ao ver a porta da aposentadoria chegando..fiquei assustada e resolvi fazer mestrado em educação.
    Minha primeira aula, foi com a professora Suzane Morais que trabalhou o seu artigo : Neuropsicopedagogia: Novas perspectivas para a aprendizagem. Um tema muito oportuno para os dias atuais e para mim, foi de grande relevância para a reconstrução do meu saber. Meu lema atual é reaprender a aprender.

    Já estou seguindo esse espaço,com muito prazer. Feliz final de semana!


    ResponderExcluir
  2. ótimo material, provoca interesse de saber a interpretação das várias posições. Tens como fornecer a fonte, ou sua interpretação?

    Parabéns pelo magnifico blog!
    Marlene Teresinha

    ResponderExcluir