domingo, 20 de novembro de 2016

Habilidades Matemáticas – Araranguá SC

 
                                                                                      Ana Lúcia Hennemann¹

          Araranguá, cidade de Santa Catarina, em 2010 era constituída por 66.442 habitantes. Consta no site do município que a mesma foi fundada em 1880, entretanto há vestígios de ocupação histórica desde 6.000 a.C. feitas por índios sambaquieiros, caçadores-coletores, Xoklengs e Guaranis.

E foi nesta linda e mega cidade histórica que lecionei neste sábado no curso de Pós-Graduação em Neuropsicopedagogia Clínica, pelo grupo CENSUPEG.
Este curso tem como objetivo qualificar profissionais das mais diversas áreas (Pedagogia, Psicologia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional e áreas afins) no sentido de instrumentalizá-los a partir de uma fundamentação teórica/técnica conforme o perfil profissiográfico do neuropsicopedagogo.
Neste último sábado (20/11/2016) as pós-graduandas tiveram uma das disciplinas que caracteriza os fundamentos e prática em equipe multiprofissional, as Habilidades Matemáticas. Através da mesma estudamos a aprendizagem dos processos neurobiológicos relacionados a esta área do conhecimento e conhecemos alguns instrumentos de avaliação voltados a Aritmética. Como forma de entender o modo de aplicação, como se faz a contagem da pontuação e verificação dos resultados obtidos pelo indivíduo, simulamos a aplicação de um destes instrumentos de avaliação.
A testagem estudada com maior profundidade neste dia foi a “Prova de Aritmética” de Seabra, Dias e Capovilla, que tem como finalidade avaliar a competência aritmética em crianças e adolescentes.

A importância desta avaliação se dá justamente por ser um instrumento que permite verificar no que exatamente a criança pode ter maior dificuldade, pois segundo os autores a Prova de Aritmética:
[...] pode ter grande utilidade, na medida em que permitirá ao profissional identificar áreas de maior ou menor comprometimento, assim como compreender as dificuldades apresentadas por uma criança face aos modelos cognitivos da competência aritmética. (SEABRA, DIAS E CAPOVILLA, 2013, p. 145)

Como atividades finais da disciplina, utilizamos alguns jogos e atividades de intervenção voltados a aritmética. Sendo assim, ressalto novamente que o grupo CENSUPEG prima pela qualificação do neuropsicopedagogo procurando alinhar o conteúdo de seus cursos em conformidade com o que prevê a SBNPp (Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia)

Referências:


SEABRA, DIAS e CAPOVILLA. Avaliação Neuropsicológica Cognitiva: Leitura, Escrita e Aritmética. Vol. 3. São Paulo: Memnom, 2013.

SBNPp. NOTA TÉCNICA Nº 01/2016. Joinville, SBNPp, 2016.  Disponível online em: http://www.sbnpp.com.br/wp-content/uploads/2016/11/Nota-T%C3%A9cnica-01-2016-agosto.pdf


NotaSe você tem dúvidas relativas a Neuropsicopedagogia, consulte o site da Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia: www.sbnpp.com.br
-------------------------------------------------------------------------------------------------------
[1]Especialista em Alfabetização, Neuropsicopedagogia e Educação Inclusiva, Neuropsicopedagogia Clínica e Neuroaprendizagem. - whatsApp - 51 99248-4325

Nenhum comentário:

Postar um comentário